Não cometa estes 6 erros quando você escolher um Fornecedor

Por José Roberto Pinto

19 SET 2014, 17:44

Notícia: Não cometa estes 6 erros quando você escolher um Fornecedor

Todo mundo sabe que a escolha de um fornecedor é uma tarefa difícil. Afinal, ao fim e ao cabo, apenas a imagem da sua empresa será prejudicada se o fornecedor não cumprir o prazo de entrega ou usar matérias-primas de qualidade duvidosa. Certo? Ainda assim, muitas empresas não utilizam critérios sólidos em suas escolhas e depois acabam se arrependendo ao darem de cara com problemas que poderiam ter prevenido bem antes, na hora da escolha.
Para evitar que você caia numa armadilha, preparamos uma lista com 6 Erros que você não pode cometer na hora de escolher um fornecedor.

1. Não buscar referência
Um fornecedor é como um médico ao qual você decide confiar-lhe a vida em uma cirurgia. Quem aqui nunca pesquisou antes a procedência e referencias a respeito do médico com quem esperava operar? É exatamente assim que deve ser ao escolher um fornecedor, afinal, pelo seu passado vos conhecerei. Se ele tem fama de faltar com a palavra o que te faz pensar que contigo será diferente? Vê? Apenas com esta pesquisa você consegue eliminar um monte de fornecedores que são inadequados e sem perca de muito tempo, pois, a internet está ai para isso e apenas com uma pesquisa rápida você já ficará a par de sua reputação. Outra tática válida, é entrar em contato com outros clientes dele para se informar sobre os serviços prestados e se estão satisfeitos com ele. Acredite, apenas com isso você pode evitar futuras dores de cabeça.

2. Analisar apenas o preço
Eu sei, tendemos a escolher o mais barato. Né? Mas na escolha de um fornecedor, apesar do preço ter um peso, é preciso saber que ele não é o único fator a ser levado em consideração.
Tenha sempre em mente que preço e qualidade caminham juntos. De nada vale um sem o outro, afinal, um produto de má qualidade reflete na aceitação e na reputação da sua empresa. Caso haja problemas com os itens que você comercializa, o cliente culpará sua empresa e não o fornecedor. Lembre-se disso!

3. Não considerar o frete
Não adianta de nada avaliar o preço e a qualidade do produto e esquecer justamente de observar o valor do frete. Este gasto interfere diretamente no valor final do produto e por isso, é importante que as questões relativas a ele sejam combinadas durante a negociação. Afinal, o combinado não sai caro!

4. Não avaliar a capacidade de fornecimento
É preciso avaliar sempre a capacidade de fornecimento, pois, se houver um aumento na intenção de compra deste produto em especial é preciso de que você esteja cem por cento seguro de que se fornecedor dará conta de produzir os produtos.

5. Não ter uma segunda opção
Imagine o problema que você estaria se seu fornecedor não puder fornecer o produto no prazo estipulado e você não tem uma segunda opção? Pense em todo o trabalho que terá para encontrar um que seja confiável, que consiga cumprir os prazos, com preços competitivos e produtos de qualidade? Nos negócios é preciso sempre ter a mão uma segunda opção para eventualidades e assim é com os fornecedores. Se por acaso um falha, é necessário ter outro a mão para evitar futuras dores de cabeça.

6. Não negociar os prazos
Sempre negocie prazos, tanto para receber os produtos, quanto para efetuar o pagamento pela mercadoria.
Com relação a receber os produtos, vale ressaltar que se deve analisar a localização da empresa contratada, uma vez que a distância física entre o seu empreendimento e a fornecedora pode influenciar no cumprimento dos prazos e na cobrança dos fretes. Quanto a efetuar o pagamento pela mercadoria, seja sempre sensato e não se esqueça nunca de considerar as condições que você oferece ao seu consumidor na hora de combiná-los. Se a maioria das suas vendas é parcelada, por exemplo, não é vantajoso que você pague pelos produtos em apenas uma vez, a menos que o fornecedor ofereça um excelente desconto à vista.
A depender do valor do pedido, negocie de modo que as suas vendas possam arcar com as parcelas assumidas. Antes de escolher um fornecedor, verifique ainda se ele costuma cobrar juros nas compras parceladas e pesquise as formas de pagamento oferecidas. É importante constatar qual das alternativas é mais adequada ao seu negócio. Acredite, isso faz diferença!


Vale lembrar que para uma boa administração dos compradores, é aconselhável que se implante um Sistema ERP Integrado. Veja alguns dos recursos básicos que o Sistema ERP pode te oferecer:

  • Controle de Requisições
  • Mapa de cotações de preços
  • Pedidos de compras
  • Entrada de notas
  • Validação de notas eletrônicas na Sefaz


Implemente já em sua empresa o Sistema ERP Integrado da Alfa Networks.
Com mais de quinze anos de experiência, a Alfa Networks é uma empresa de TI focada em dar suporte na implementação de novas tecnologias voltadas para melhorar o desempenho empresarial de seus clientes baseada em um modelo flexível de atuação visando tornar a tecnologia em uma importante ferramenta de gestão de negócios, quer seja em processos de planejamento, controle ou em uma atuação em nível mais estratégico através de sistemas de informação gerenciais.

Newsletter

Receba as novidades por e-mail.

Responsive image

José Roberto Pinto

Telefone: (19)2114-0650

E-mail: joseroberto@alfanetworks.com.br

Rua Capitão Manoel Ferraz Camargo, 535

Jardim Piratininga - Cep: 13484-333 - Limeira / SP

Alfa Networks na Mídia

O Sistema ERP que você precisa para administrar seu negócio!

  • Emissor de Notas Fiscais
  • Emissor de Boletos
  • Tela de Vendas
  • Controle Financeiro
  • Relatórios Administrativos